4 Dicas para reduzir o estoque parado da sua loja

4 Dicas para reduzir o estoque parado da sua
loja

 

Gerenciar um negócio requer habilidades e estratégias distintas. Uma boa atuação é especialmente
necessária diante do desafio que é ter um estoque parado, já que isso pode minar a saúde financeira
da sua loja de calçados.

Na prática, um estoque bem administrado significa equilíbrio entre oferta e demanda. No entanto, a
realidade nem sempre segue esse ideal, e mercadorias paradas se acumulam, representando um
investimento improdutivo. Por isso, é essencial saber como movimentar o inventário e melhorar o
fluxo de caixa.

Neste artigo, você descobrirá como lidar com esse problema que aflige muitos comerciantes. Veja 4
dicas para ajudá-lo a impulsionar o sucesso da sua loja ao reduzir o estoque parado na loja!

1. Avalie todas as mercadorias

A falta de uma gestão ativa costuma fazer com que os produtos fiquem esquecidos e acumulando
poeira no depósito. Já os estabelecimentos eficientes estão sempre em busca de estratégias para
minimizar as perdas causadas por itens não vendidos.

Portanto, ao perceber que sua loja apresenta um acúmulo de mercadorias sem movimentação, a
primeira ação é avaliar com cuidado cada item. Você pode separá-los a partir de critérios como
valor, volume e área ocupada no depósito.

Com essa informação em seu poder, é possível definir prioridades e explorar novos métodos para
comercializá-los ao público. O foco dessa medida é evitar a perda de produtos e o desperdício de
investimentos em itens não vendidos.

2. Planeje e realize promoções

Contrariamente à crença de muitos comerciantes, criar ofertas não tem que representar perda
financeira ou comercialização a preços menores. Em vez disso, o foco deve estar em aplicar a
estratégia como medida para estimular a rotatividade do estoque.

Com as ofertas, é possível desocupar o armazenamento que está estagnado, garantir fluxo de receita
e otimizar o capital de giro. Dar destaque a itens de baixa rotatividade em seu catálogo também
pode atrair a atenção do consumidor para as ofertas disponíveis.

Usar datas festivas e ocasiões especiais costuma ser uma estratégia eficaz para esgotar o estoque
que está sem movimentação. Participar de eventos de vendas de grande relevância, como a Black
Friday, também pode ser uma opção viável.

Lembre-se que é mais vantajoso movimentar o dinheiro, mesmo diminuindo a margem de lucro, do
que manter a mercadoria parada. Afinal, esses itens geram custos de armazenagem e afetam seu
fluxo de caixa — e os calçados podem se tornar menos atrativos diante das novas tendências de
moda, por exemplo.

3. Considere liquidações e combos de venda

Unir dois ou mais itens a valores atraentes geralmente captura a atenção do cliente. As conhecidas
ofertas combinadas costumam ser apreciadas no mercado. Para isso, integre os itens estagnados aos
mais vendidos, propondo valores reduzidos na aquisição conjunta.

Porém, atenção: a venda casada é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. Logo, essa
estratégia deve ser apresentada como uma oportunidade, não como uma obrigação de adquirir mais
de um produto.

4. Aposte em anúncios promocionais

Campanhas publicitárias bem planejadas captam a atenção do consumidor e podem ser a solução
para o estoque parado. Para isso, convém destacar as promoções e as vantagens dos calçados
vendidos em seu estabelecimento nos anúncios.

Não se esqueça de usar múltiplos canais, como redes sociais, WhatsApp, ações na loja física e mais.
O importante é garantir que sua mensagem alcance os potenciais compradores, então vale a pena
diversificar a estratégia de marketing para atingir um público amplo.

Com essas 4 dicas práticas, você agora tem as ferramentas para lidar de maneira efetiva com o
estoque parado. Implementando essas estratégias, há chances de ampliar as vendas e,
consequentemente, aumentar o sucesso do seu negócio.

Este conteúdo foi útil para você? Então não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais!

Compartilhe com seus amigos

Facebook
WhatsApp
Pinterest

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *