Calçados: 19 ações sobre como vender mais no fim do ano

como vender mais no final do ano

O final do ano é um dos períodos mais aguardados pelos lojistas. Por ser uma época em que os consumidores estão naturalmente mais dispostos a comprar, o seu papel nessa história é fazer com que ele compre na sua loja.

Aumentar as vendas no final do ano pode até ser um processo natural, mas os resultados serão ainda melhores se forem implementadas algumas ações, que têm a ver com estoque, treinamento de equipe e divulgação.

Quer saber como vender mais no final do ano? Aprenda 10 ações para implementar na loja de calçados. Confira!

1. Treine a equipe

Ofereça treinamento para que os vendedores saibam atender bem o cliente. Hoje em dia, os consumidores querem ser ajudados, o que significa que o vendedor tem que fazer o papel de consultor.

Ele precisa ajudar o consumidor no momento de decisão, dando informações sobre as características do calçado, os materiais e os detalhes, fazendo um comparativo entre os produtos que o cliente está em dúvida.

A equipe de vendas deve conhecer muito bem os produtos que a loja comercializa, até porque o consumidor de hoje é muito exigente e antes de comprar já pesquisou bastante sobre a mercadoria.

No período de final de ano, é comum o cliente entrar na loja e não encontrar um vendedor disponível para atendê-lo. Isso é um problema no varejo, e para resolvê-lo o empresário pode contratar funcionários temporários.

calculadora de icms

É importante selecionar profissionais que tenham o perfil da sua loja e já tenham trabalhado na área. Antes de irem para a prática, todos devem passar por treinamento para que a experiência de compra do cliente seja a mais positiva possível.

Converse com o seu contador para fazer as contratações temporárias da melhor forma possível e dentro das leis trabalhistas.

2. Faça um atendimento de excelência

Seguramente, sua loja vai receber clientes novos no final do ano. É a chance de aproveitar e, mais do que finalizar uma venda, atender bem para conseguir um consumidor contente.

Um cliente satisfeito é aquele que teve uma experiência positiva com o produto ou com o atendimento da sua loja durante a compra e no período pós-venda. É esse grau de satisfação que o lojista deve ser ávido para alcançar.

Um cliente feliz com a compra e com o atendimento recebido tem mais chances de voltar à loja para novas compras.

Aproveite o período de Natal para aumentar as vendas, mas jamais esqueça de prestar um bom atendimento. Esse diferencial, em meio à correria de compras de final de ano, fará com que o consumidor considere retornar à sua loja quando precisar de um produto novo.

vender-mais-final-do-ano
Um cliente satisfeito tem mais chances de lembrar da sua loja para novas compras.

3. Aproveite todas as datas de vendas

Novembro e dezembro são dois meses com excelentes oportunidades para aumentar as vendas de fim de ano, já que no primeiro temos a Black Friday, enquanto no segundo o Natal

Ambas as datas são extremamente aguardadas pelos consumidores e, por isso, você deve estar preparado para atender às expectativas dos clientes com excelentes produtos, preços e diferenciais em ambos os meses. 

Uma boa ideia, inclusive, é usar da Black Friday para chamar clientes para antecipar as compras de Natal por um preço melhor. Contudo, lembre-se que cada data tem suas próprias características e, portanto, é necessário usar ações e campanhas diferentes para cada uma. 

4. Faça promoções especiais

Além do Natal e do Ano-Novo, o fim do ano é a época do décimo terceiro salário. Muitas pessoas utilizam esse dinheiro a mais na conta para comprar itens que precisam, renovar o guarda-roupa e fazer agrados a si mesmas.

Como incentivo para que os clientes aproveitem essa verba extra na sua loja, faça promoções especiais de fim de ano. Descontos progressivos, por exemplo, são uma ótima forma de aumentar as vendas. O abatimento no preço está diretamente relacionado à quantidade de produtos que o cliente compra, sendo conveniente para ambos.

Aproveite também para fazer liquidações de itens com pouca saída ou que estão no estoque há muito tempo. Use essa oportunidade para começar o novo ano renovado.

vender-mais-final-do-ano
Para incentivar os clientes a comprar, programe promoções de queima de estoque.

5. Faça queima de estoque de calçados parados

Sabe aqueles calçados que estão parados há um bom tempo no estoque? Esse é o momento de voltar a organizá-los nas prateleiras e recuperar-se do prejuízo. 

Aproveite a Black Friday para colocá-los com preços imperdíveis. Outra ideia é fazer promoções de “Compre um, leve dois” ou oferecer desconto gradual. 

Desses calçados, o que sobrar da Black Friday pode ir para a loja durante o Natal em preço promocional. Lembre-se que muitos consumidores procuram presentes mais acessíveis e essa pode ser uma boa forma de oferecer o que eles desejam.

6. Crie ofertas relâmpago

As ofertas relâmpagos, por si só, dão o gatilho de urgência ao consumidor. Ele entende que aquele é o momento certo para comprar algum calçado por um preço super vantajoso — aliás, muitas vezes acabam por consumir apenas por impulso e pelo valor chamativo. 

Se você tem um e-commerce, certifique-se de inserir banners, pop-up com contagem regressiva para o fim da promoção e outros elementos que contribuam para o senso de urgência.

Nas redes sociais isso também pode ser feito, especialmente no Instagram, que tem a opção de publicar stories com contagem regressiva. 

Já na loja física, vale a pena criar cartazes chamativos e contratar alguém para anunciar as promoções no microfone. Assim, quem passar na rua ficará sabendo do desconto. 

7. Utilize gatilhos na comunicação

Como já dissemos no tópico anterior, os gatilhos de urgência são muito bem-vindos para persuadir a clientela. Passar a sensação de “agora ou nunca” para o consumidor irá incentivá-lo a tomar a decisão de comprar durante a Black Friday ou Natal. 

Fazer o cliente entender que existe um prazo para aquela oferta terminar e que, depois disso, irá pagar um valor mais alto, faz com que ele pense mais rápido e, consequentemente, tome uma decisão praticamente imediata. 

Outro gatilho que faz a diferença é o de escassez que, como o nome explica, passa a sensação que um produto está acabando. 

Tanto para a Black Friday como para o Natal, ele é muito eficiente. Primeiro, porque ninguém quer perder um bom produto em desconto. E, no segundo caso, todo mundo quer comprar o presente ideal e, ao saber que corre riscos de não conseguir fazer, irá agir rapidamente.

Mão feminina segurando sacola vermelha com embrulhos de Natal
Para vender mais na Black Friday e Natal é essencial usar gatilhos.

8. Facilite o pagamento

As opções de pagamento podem ser um ponto decisivo para um cliente fechar uma venda na sua loja. É importante oferecer esse leque de opções, já que cada consumidor tem a sua própria preferência e organização financeira. 

A tradicional máquina de cartão não pode faltar e, por isso, é essencial escolher uma que aceite o maior número possível de bandeiras, para que você não corra o risco de perder uma venda por conta disso. 

Nessas situações, uma alternativa é o Pix, que tem sido um dos meios de pagamento favoritos de quem deseja pagar à vista. Crie a sua chave de forma que seja fácil e deixe-a no jeito para mostrar aos clientes que quiserem quitar o produto dessa forma. 

As transferências e os links de pagamento também são bem-vindos, sobretudo para quem trabalha de forma on-line.  

9. Observe as estratégias da concorrência

Assim como você, seus concorrentes utilizarão essa época para aumentar as vendas. Por essa razão, faça pesquisas e observe quais estratégias estão sendo empregadas.

Por meio das redes sociais e até de visitas presenciais, analise fatores como preços, promoções, comunicação, atendimento e decoração e procure formas de fazer com que a sua loja se destaque.

Há uma analogia que diz que a concorrência é como uma corrida de carros: para vencer, você deve manter os olhos tanto nos outros veículos quanto no seu próprio. Ao desviar a atenção de algum dos dois, é provável que você perca posições.

Mesmo que você observe as estratégias dos concorrentes, não desvie a atenção da sua própria loja, afinal, ela é seu meio de trabalho, e onde seu esforço deve estar catalisado.

10. Ofereça brindes e lembranças

De acordo com Philip Kotler, um dos grandes gurus do marketing, conquistar um cliente novo pode custar entre 5 e 7 vezes mais do que manter um atual. Seguindo esse raciocínio, invista nas pessoas que fizeram compras durante esse período, para que, no ano seguinte, voltem a comprar na sua loja.

Para cativar os clientes, ofereça brindes. Podem ser itens simples, como canetas, chaveiros funcionais e calendários do próximo ano, mas que sirvam como forma de demonstrar cortesia.

Mãos femininas segurando pequeno embrulho de Natal
Os brindes e mimos são excelentes dicas de como fazer promoção de fim de ano.

Outra opção é enviar cartões de Natal e Ano-Novo para clientes cadastrados, inclusive para os que não fizeram compras de fim de ano. Dispare as mensagens por e-mail, WhatsApp ou SMS.

11. Trabalhe com entregas de calçados

A pandemia transformou muitos hábitos dos consumidores e, um deles, foi o de contar com a praticidade de comprar on-line e receber em qualquer lugar, seja no trabalho ou em casa. Não há dúvidas de que essa comodidade faz muita diferença, especialmente na vida de quem tem pouco tempo para olhar lojas. 

De acordo com uma pesquisa feita pela Opinion Box, 61% dos consumidores, durante a pandemia, descobriram o quão prático e vantajoso é comprar roupas e acessórios on-line. 

Outro levantamento feito pela mesma instituição mostrou a necessidade de uma marca se tornar omnichannel, ou seja, estar presente tanto no espaço físico quanto no virtual. 

Esses dados mostram a importância de atender essa demanda que exige praticidade e, para isso, é preciso trabalhar com entregas. Elas se tornaram muito populares durante a pandemia, como forma de manter o comércio em movimento e, claramente, é uma tendência que veio para ficar. 

É claro que para isso você precisa ter uma boa organização para atender corretamente e enviar os pedidos em um tempo hábil.

12. Decore a vitrine

A vitrine é a primeira comunicação da sua loja com o cliente, portanto, deixe-a interessante para o comprador.

A dica é saber como decorar comércio no Natal para despertar emoção nos consumidores. Defina um tema. Você pode contar a história do Natal, decorar com presépio, enfeitar com papais noéis ou fazer uma decoração com ursos de pelúcia, montar uma fábrica de brinquedos ou de doces. Solte a criatividade!

Busque inspirações na internet. Veja como as lojas do nicho de moda se comportam no Natal. Você poderá ter ideias para aplicar no seu ponto de venda. Antes de partir para a prática, é essencial ter um orçamento. Se você não tiver prática com decoração, peça ajuda do seu time de funcionários ou contrate um profissional especializado para o serviço.

vender-mais-final-do-ano
A decoração da vitrine pode contar uma história.

A decoração da vitrine é importante em qualquer época do ano, mas ganha significado ainda maior no período natalino. Em dezembro, as lojas atendem em horário estendido, as famílias passeiam e vão juntas às compras, sua loja recebe clientes novos. Em alguns casos, a vitrine se torna um atrativo turístico na cidade, potencializando as vendas na sua loja.

13. Aproveite para lançar novas coleções

Na busca pelo presente ideal (seja para o próprio consumidor ou para outra pessoa), há algo que não pode faltar: novidades. Calçados que estão de acordo com as últimas tendências e coleções fazem o agrado de qualquer cliente e podem ser decisivos na hora de fechar uma venda. 

Existe ainda a oportunidade de alguém ir comprar um presente de Natal e ver que na sua loja chegou o calçado que tanto queria e, na hora, a pessoa decide fazer mais uma compra. 

Ter um estoque repleto de novidades é essencial para esse período e, claro, para poder enfrentar a concorrência acirrada. 

14. Venda também por redes sociais

Para lojistas que não trabalham com e-commerce mas desejam entrar nas vendas digitais, as redes sociais são ótimas aliadas. Muitas lojas de pequeno porte fazem todas as vendas por lá, o que demonstra o quão eficaz elas são. O importante é saber quem é o seu público, para que você possa estar na que faz mais sentido. 

Além disso, as redes sociais oferecem uma boa estrutura para vendas, já que contam com funcionalidades para esse tipo de serviço. 

15. Invista em marketing

O marketing pode acontecer de diferentes formas: pode ser na sua loja física, por meio de experiências sensoriais, ou no digital, com as redes sociais e outras estratégias. 

Independentemente de onde for aplicar técnicas de marketing, é sempre importante lembrar que elas oferecem muitas vantagens para anunciar a sua loja e fazer com que ela seja lembrada pelo consumidor. 

Sendo assim, para as vendas do fim de ano é importante apostar tanto no marketing para loja física quanto digital. Se você não tem qualquer conhecimento sobre o assunto, vale a pena contratar alguém como freelancer para potencializar as suas estratégias e divulgação. 

16. Crie metas de vendas

propaganda para loja de calçados

Criar metas é um exercício muito saudável para o comércio varejista, especialmente quando existe um objetivo especial, como o de vender mais no final do ano. Dessa forma, você assume o compromisso de crescer durante o período.

Mulher branca organizando parede com calçados de uma loja
Criar metas para incentivar a equipe é muito importante para estimular os vendedores para as promoções de fim de ano.

Além disso, é uma forma de acompanhar a eficácia das ações empregadas. Caso as vendas não estejam indo como o esperado, você pode adaptar suas estratégias durante o período para buscar os objetivos propostos.

As metas de vendas também são ferramentas poderosas para motivar a equipe. Ao fazer seu planejamento, proponha algum tipo de bônus para os funcionários (ou grupos) que mais ajudarem a empresa a alcançar os números pretendidos.

17. Prepare-se para o período de trocas

A época de fim de ano atrai muitos clientes destinados a comprar presentes para amigos e familiares. Algumas das pessoas presenteadas, porém, ficam insatisfeitas e vão até a loja para realizar a troca do produto.

É necessário que sua loja esteja preparada! Para isso, elabore um documento com a política interna de trocas e devoluções que retifique em quais casos e sob quais condições elas podem acontecer, e como os funcionários devem agir.

Prepare seu estoque para que haja diferentes cores e numerações das mercadorias, especialmente as alta rotatividade. Caso os produtos se esgotem, oriente os funcionários para oferecer vales no mesmo valor, incentivando os clientes a voltar à sua loja.

vender-mais-final-do-ano
Durante o período de fim de ano, é comum que as trocas e devoluções ocorram mais frequentemente.

18. Divulgue a loja

O consumidor precisa saber que você se preparou para recebê-lo. É a partir da divulgação que ele saberá que a sua empresa existe. Os eventos sazonais, como o Natal, são ótimos para vender mais, receber novos clientes, fazer a loja ter visibilidade e se tornar referência no segmento.

Você pode anunciar nas redes sociais, como Facebook e Instagram, enviar SMS ou mensagens por WhatsApp. Se o seu negócio for no bairro ou em uma cidade pequena, uma boa estratégia é contratar um carro de som e distribuir panfletos. Faça a sua loja ser lembrada!

19. Prepare o estoque

O lojista precisa encontrar o equilíbrio entre estoque e prateleira para não perder vendas e nem comprometer a saúde financeira da empresa. Até porque estoque parado significa dinheiro parado!

Gerenciar o estoque inclui fazer pesquisas de tendências de moda para entender o que os clientes estão buscando. É essencial saber o que está em alta no segmento de calçados para fazer um estoque condizente com o que os seus consumidores querem comprar.

Antes de fazer os pedidos ao fornecedor, olhe o histórico de vendas do período. Por esse documento, você vai descobrir quais produtos tiveram melhor desempenho nos anos anteriores e quais tiveram pouco giro. Com base nesses dados e nas pesquisas de tendências, faça a compra com o fornecedor.

Abasteça o estoque com certa antecedência, leve em consideração que as fábricas dão férias coletivas em dezembro, portanto, não deixe para a última hora. Fique atento!

Para não perder o timing e preparar o seu  estoque para o fim de ano, a nossa dica é contar com a Wilson Atacado

Trabalhamos com marcas renomadas de calçados, como Havaianas, Ipanema, Beira Rio, Dakota, Cartago e outros, o que irá garantir que você venda produtos de qualidade e que estão alinhados com as últimas tendências. Clique no banner abaixo e conheça! 

Distribuidora Wilson143 Posts

A Distribuidora Wilson atua no ramo de atacado calçadista, levando aos clientes marcas renomadas como Ipanema, Havaianas, Moleca, Dakota e outras.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password